Porto Mosquito
Um Português uma Árvore
> Enquadramento
Um Português uma Árvore - Projeto de Conservação da Natureza

Nos Objetivos do Milénio, que têm de ser cumpridos até 2015, está a necessidade inequívoca da sustentabilidade ambiental. Todos nós temos nas nossas mãos essa responsabilidade, que nos garante o direito, mas também o dever de agir em benefício deste Planeta que é de todos nós.

Os consensos e os compromissos são, na maioria das vezes, muito difícies e assim, naturalmente adiados. Nos dias de hoje, acontece mesmo, que o primeiro passo surge da parte de movimentos cívicos que atuam como agentes de mudança.

A EFAO posiciona-se como um desses agentes pretendendo criar as condições que promovam antes de mais a mudança de atitudes, principalmente ao nível da forma de estar de todos e cada um de nós.

A ideia de plantar uma árvore por cada Português, que pelo censos de 2011 se traduz em 10.555.853 Portugueses a residir em Portugal Continental, resulta de uma visão muito mais abrangente do que a conservação da natureza ou protecção do ambiente resulta de uma visão de desenvolvimento integrado.

As espécies de árvores autóctones apresentam inúmeras mais valias, já que, a sua integração no meio ambiente resultante de milhares de anos de adaptação, garante uma enorme capacidade de retorno para as populações, assim como para a proteção da natureza.

Uma das espécies florestais autóctones mais relevantes em Portugal Continental é o Castanheiro (Castanea sativa)

Casas Porto Mosquito

Distribuição do Castanheiro

Casas Porto Mosquito

Castanhas ainda no "ouriço" do castanheiro

A capacidade de mobilizar as populações, as escolas, as associações, as entidades privadas e públicas, as organizações, que tal como a EFAO promovem e defendem a protecção da natureza e conservação da Biodiversidade, é um desafio. Nos tempos difíceis, nas alturas em que povos ou civilizações se encontram sujeitos a pressões enormes, tal como aconteceu no ano de 2011 e é previsível que aconteça ainda mais durante 2012 e os anos seguintes, a capacidade empreendedora é a chave para criar as condições de progresso, desenvolvimento e criação de riqueza.

As florestas de árvores autóctones são uma fonte importantíssima de riqueza para as populações e em geral para o país. Os fogos, o abate sem regras de grandes manchas de árvores e substituição por espécies de crescimento rápido e lucro elevado, o abandono de terrenos, podem e devem ser combatidos através da mensagem de que plantar árvores autoctones hoje, significa colher benefícios amanhã.

Após o ano internacional da floresta, e no momento em que se inicia a Década da Biodiversidade, na qual as florestas de árvores autóctones representam um papel fundamental, a iniciativa de plantar de norte a sul de Portugal, uma árvore por cada Português, não é uma Utopia!

Com a ajuda de todos é possível acreditar. Mas é certo que com a sua ajuda será mais fácil. Contacte a EFAO e junte-se á nossa bolsa de voluntários para este ou outro projeto com o qual se identifique.

14 Dezembro, 2011

A ministra do Ambiente, Assunção Cristas anunciou hoje "Vamos Plantar Portugal" ...uma nova árvore por cada habitante.

Saber mais...

18 Agosto, 2011

Nações Unidas lançam Década da Biodiversidade

Saber mais...