gorongosa

Membros > Fundadores > Paulo Silva Pires


Paulo Silva Pires


Paulo Silva Pires representa na EFAO o espírito, a vontade, a persistência de que não podemos baixar os braços e atirar a toalha ao chão. As dificuldades numa sociedade, que ao mesmo tempo, em que é tão democrática nos princípios e valores que defende, é tambem tão ausente e indiferente ao caminho que como um todo, a sociedade, a espécie humana parece estar a percorrer. E não é uma luz brilhante que parece surgir no fim do caminho.


O legado de milhares de anos de evolução, que durante muitos dos anos das décadas finais do século XX e início do século XXI, pareceu estar esqueçido, começa de novo a surgir. Nada é mais importante do que garantir que a nova geração, as crianças de hoje, estejam onde estiverem, qualquer que seja a sua religião, ou cor da pele, percebam que só colaborando, só trabalhando em conjunto se consegue algo mais do que dar uma esmola, do que dar uma mão cheia de nada. Ser da EFAO significa contribuir para um desenvolvimento integrado e sustentado em todas as valências do que nos torna humanos.



Paulo Silva Pires, Vice-presidente da EFAO,     15 dezembro, 2011



O que é a EFAO?

"...tudo é conhecimento, tudo é cultura, tudo é importante. Tudo está interligado..."


Breves Palavras.

Olá! Bom Dia, Boa Tarde e Boa Noite. Seja bem-vindo onde quer que esteja.

Se procurava saber mais sobre a EFAO fico contente! Pode continuar a ler estas pequenas notas, mas se não estava à procura deste site ou deste tema, não navegue já à procura do que pretendia. Peço apenas uns minutos do seu tempo e pode ser que encontre algo que não procurava.

Antes de mais, apresento-me.

O meu nome é Paulo Silva Pires e sou um dos fundadores da EFAO - Earth For All Organization.

Se ainda está a ler estas palavras, então é melhor que eu responda à pergunta que certamente o trouxe ou manteve comigo até ao momento.

O que é a EFAO?

São inúmeras as possíveis respostas, mas a que considero suficientemente abrangente e reveladora, é a de que a EFAO é acima de tudo uma ideia, uma ideia de que é possível fazer algo que nos ajude a sobreviver nos caminhos incertos que cada um de nós à sua maneira preconiza.

Pela minha formação, ou deformação se preferir, pode apostar que imagino alguns caminhos possíveis de percorrer, com maiores ou menores divagações sobre causas, consequências, enfim …, culpas!, sobre o que acontece à nossa volta! A EFAO é o veículo, o suporte que cada um pode utilizar à sua maneira para percorrer o seu caminho.

Não! Não é só isto! A EFAO é ao mesmo tempo muito mais e muito simples. A EFAO é aquilo que cada ser vivo quando nasce sabe de imediato, para andar, voar, nadar ou rastejar é necessária uma primeira ação, antes da seguinte. Não fazer nada é morrer. Não fazer nada é em cada instante fechar os olhos, lançar uma moeda ao ar e desejar que o caminho incerto que nos calhou seja o menos mau possível.

Um bom exemplo do que é a EFAO é a minha própria presença como fundador. Num dia desempenhava as minhas tarefas que cada um de nós tem na sua interação com a sociedade, e no dia seguinte estou a conversar, discutir, analisar sobre o que nos faz sentir que não somos apenas mais uma pessoa, sobre a nossa passagem curta por um planeta que não nos quer fazer mal, mas cujas reações às nossas consecutivas asneiras são cada vez mais indicadoras de que algo não está bem.

Eis que! … as minhas ideias, a minha visão, de que se pode ajudar simplesmente porque ajudar é uma das qualidades que caracterizam a espécie humana, é semelhante à do nosso presidente, Nuno Pinto Teixeira. Quando me apercebo, eu já sou a EFAO e a EFAO sou eu. Eu decidi fazer algo mais. Sou um dos fundadores.

Já divaguei certamente de mais, e espero não ter perdido muitos de vós pelo caminho. Acredito que os que chegaram até aqui, percebem, ou melhor, sentem que aqueles sonhos de criança, em que se ajudava a salvar o animal ferido, que ficava nosso amigo e brincava connosco, afinal significa ajudar a salvar-nos a nós, humanidade, de alguns caminhos que nos conduzem imperativamente a locais sem saída, a locais sem possibilidade de voltar para trás.

As minhas palavras finais passam por dizer que para a EFAO tudo é Ambiente. Tudo o que rodeia cada um de nós é conhecimento, tudo é cultura tudo é importante. Tudo está interligado.

Se estas palavras, certamente desprovidas de estrutura e forma literária, conseguiram mesmo assim, mais do que um sorriso da sua parte, conseguiram um olhar à volta diferente, então de forma muito direta e pessoal eu digo, a EFAO precisa de ti para crescer e fazer sempre mais.

Trás as tuas ideias, as tuas iniciativas e junta-te à EFAO para que também tu sejas EFAO.

Paulo Silva Pires,      15 dezembro, 2011